Seguidores

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Soneto Chão Trincado

O sol cominador vem castigar
Sinto o suor que cai pelo meu rosto
Triste, pois se mistura num pesar...
A lágrima que escorre do desgosto!

Faz tempo que não chove, estou sem ar!
Chão trincado, martírio bem exposto...
Pedi ao céu, por favor, num suplicar!
Perdi a noção do tempo, fardo imposto


Fim da flor do jardim que eu venerava
Morte do beija-flor que me estimava
Esta seca medonha não termina...

O alto azul nega a chuva tão sonhada
Vou te buscar no céu, fonte louvada...
E encharco meu caminho, minha sina!

Janete Sales Dany

 Poema@protegido por lei

Licença Creative Commons
O trabalho Soneto Chão Trincado de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 Soneto Decassílabo Heroico
 Um exemplo de como fazer a separação 
de sílabas poéticas ou escansão.
Métrica, numero de estrofes, silaba tônica 

Meus Sonetos em versos decassílabos heroicos
Clique no nome em dourado para ver:
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-cigano.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-jardim-florido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-jarro-sedutor.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-cigana-corrigido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-de-amor.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-coracao-cigano.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-do-coracao-ferido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-do-amanhecer.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-poeta.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-sara-kali.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-menina-pobre.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-chao-trincado.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-da-paz.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/vate-sem-sorriso-soneto-decassilabo.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-estatua-imortal.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/brasil-terra-esquecida.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-instinto-predador.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/brinque-na-flor-da-pele.html 
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-preconceito.html

2 comentários:

  1. Profundo e rico em sentimentos. Mais que um desejo,
    este pedido pela chuva soa como uma oração.
    Parabéns pela bela elaboração de mais este escrito!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite querida Rita!
      Fico feliz que tenha apreciado.
      Iluminou a minha noite com a sua linda presença
      Agradeço de coração
      Volte sempre
      Um domingo de paz
      Grande abraço

      Excluir