Seguidores

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Soneto do Coração Ferido


A vida corre tanto e não me espera
Meus sonhos se desviam se esmoreço
Sou perene caminho de quimera
Mas tudo que vivi cobrou um preço 

.
Eu sei que vou perder a primavera
O passado desperta se eu adormeço!
Recordações ostentam o que eu era
Meu olhar sempre procura o recomeço 

 .
Penei ao ver que chorei pela ilusão
E no meu ponderar some a razão
Meu segredo de dor revoa existente 

 .
Descortino um vindouro colorido
Porém meu coração segue ferido
Num choro inevitável reluzente

Janete Sales Dany 
 Obra protegida-T5093306
Poesia registrada na Biblioteca Nacional
No livro "O endereço é uma ilusão e outras"
Página:14
Licença Creative Commons
O trabalho Soneto do Coração Ferido de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Meus sonetos também em vídeo:



Meus Sonetos em versos decassílabos heroicos
Clique no nome em dourado para ver:
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-cigano.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-jardim-florido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-jarro-sedutor.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-cigana-corrigido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-de-amor.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-coracao-cigano.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-do-coracao-ferido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-do-amanhecer.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-poeta.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-sara-kali.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-menina-pobre.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-chao-trincado.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-da-paz.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário