Seguidores

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Soneto da Paz


Amo a terra na paz, belo traçado!
Todos vivendo amor, pulcra emoção...
Adeus maldita guerra, doce fado!
As respostas estão no coração...

Solto o pássaro lesto neste prado

O céu vivo reluz nesta junção!
Sustento o pensamento neste alado
Devemos benquerer o nosso irmão


Todo menor será vida de amor

O idoso nos ensina, tem valor!
Neste universo incrível sou feliz

Temos mar e floresta eternamente

Danço, só de versar fico contente...
Quero paz na vereda e em meu país!

Janete Sales Dany
Poesia Registrada e imortalizada 
na Biblioteca Nacional no livro: 
Vilarejo do Preconceito e outras
Licença Creative Commons
O trabalho Soneto da Paz de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
ll

Meus Sonetos em versos decassílabos heroicos
Clique no nome em dourado para ver:
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-cigano.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-jardim-florido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-jarro-sedutor.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-cigana-corrigido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-de-amor.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-coracao-cigano.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-do-coracao-ferido.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-do-amanhecer.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-alma-poeta.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-sara-kali.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-menina-pobre.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/01/soneto-chao-trincado.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-da-paz.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/vate-sem-sorriso-soneto-decassilabo.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-estatua-imortal.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/brasil-terra-esquecida.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-instinto-predador.html
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/brinque-na-flor-da-pele.html 
http://danysempre.blogspot.com.br/2015/02/soneto-preconceito.html

Com este SONETO DA PAZ estou participando
da ANTOLOGIA LOGOS - EDIÇÃO ESPECIAL - 
MULHERES PELA PAZ COLABORAÇÃO 
DA FÉNIX AO EVENTO DE AUGSBURG
Clique na imagem para ver a minha participação:
http://www.carmovasconcelos-fenix.org/…/…/ED-ESPECIAL-14.htm
A/mo a/ te/rra /na/ paz/, be/lo/ tra/ça/do!
To/dos/ vi/ven/do a/mor/, pul/cra e/mo/ção...
A/deus/ mal/di/ta/ gue/rra,/ do/ce/ fa/do!
As/ res/pos/tas/ es/tão/ no/ co/ra/ção...

Sol/to o /pá/ssa/ro/les/to/ nes/te/pra/do
O /céu/ vi/vo/ re/luz/ nes/ta /jun/ção!
Sus/ten/to o /pen/sa/men/to /nes/te a/la/do
De/ve/mos/ ben/que/rer/ o/ no/sso ir/mão

Exemplo da separação de silabas deste soneto,
observe que algumas vogais se unem, diferente
da contagem de silábica gramatical.
As acentuações tônicas estão na sexta e décima silaba. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário